Portal Voz do Brasil

Conteúdo faz toda a diferença

Últimas notícias

Post Top Ad

Your Ad Spot

28 de nov de 2018

Tocantins; Novo Boletim Epidemiológico de HIV/Aids aponta aumento número de casos diagnosticados no estado

Boletim Epidemiológico de HIV/Aids aponta aumento número de casos de Aids no Tocantins
Imagem/divulgação

Tocantins; Novo Boletim Epidemiológico de HIV/Aids aponta aumento número de casos diagnosticados no estado



O Tocantins está entre os estados que apresentaram uma redução de óbitos por AIDS. De acordo com os dados do Boletim Epidemiológico de HIV/Aids - lançado nesta terça-feira (27) durante evento de celebração dos 30 anos do Dia Mundial de Luta contra a Aids, em Brasília. Segundo a pesquisa, no período de 2014 a 2017, houve uma redução de mais de 23,2% no coeficiente de mortalidade no Estado do Tocantins, que passou de 4,3 para 3,3 óbitos por 100 mil habitantes.

Ainda de acordo com Boletim Epidemiológico, em relação aos casos diagnosticados, desde o ano de 2014, houve um aumento da taxa de detecção de aids no estado. Eram 14,8 casos por cada 100 mil habitantes, em 2014, e, em 2017, são 16,2 para cada 100 mil habitantes, o que representa um aumento de 9,5%.

No total, 21 estados apresentam redução na taxa de mortalidade: AM, RR, PA, AP, TO, MA, PB, PE, AL, SE, BA, MG, ES, RJ, SP, PR, SC, RS, MT e o DF. Cinco estados apresentam aumento: Rondônia, Acre, Ceará, Rio Grande do Norte e Mato Grosso do Sul. Os estados do Piauí e Goiás mantiveram a mesma taxa de mortalidade entre 2014 e 2017.

Leia também:

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, destacou que, além de celebrar as conquistas na ampliação da assistência, é preciso refletir sobre a importância da prevenção. “O Brasil tem dado a sua contribuição no combate à doença, com a garantia de tratamento e oferta de testes para identificar o vírus, mas é preciso conscientização da população, principalmente dos jovens, sobre a necessidade da prevenção. Só com uso de preservativos, vamos evitar e combater o HIV e a aids”, explicou.

Como é feito o exame

O exame do HIV é feito a partir da coleta de sangue. O exame de sangue solicitado com esse fim específico, o anti-HIV, detecta os anticorpos produzidos contra o vírus. Quando o exame de sangue anti-HIV é positivo, há necessidade de realização de um outro tipo de exame a título de confirmação. Esse tipo de exame detecta a presença do RNA do vírus.

Outro exame disponível é o teste rápido de detecção do HIV realizado a partir de uma gota de sangue tirada do dedo da pessoa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Digite seu comentário

Siga-nos no Facebook

Post Top Ad

Your Ad Spot

INÍCIO